Andando de ônibus coletivo em Yangon, Mianmar

Mianmar é um país bem caro para se viajar e o transporte por lá segue essa mesma linha. Uma corrida rápida de taxi não sai por menos de 5.000 quiats, algo em torno de 16 reais, e turistas são proibidos de alugar moto na maioria das cidades.

Porém, em Yangon, tem transporte coletivo público e muito barato. Qualquer corrida sai por 200 quiats por pessoa, algo em torno de 0,64 reais. Mas… é uma aventura!

Os ônibus são velhos, correm muito e vão sempre lotados!

Ônibus coletivo de Yangon.
Ônibus coletivo de Yangon.
Ônibus coletivo de Yangon.
Alguns são micro-ônibus.

E o pior: os números estão escritos em birmanês e tanto os cobradores, quanto os motoristas não falam nada de inglês.

Números em birmanês. Entendeu alguma coisa? Nem a gente… Hehehe! (Foto: Wikipédia)

O jeito é pedir todas as instruções no hotel, assim como pedir para anotarem em um papel onde se quer ir e pra onde voltar na língua do povo mianmarense.

Assim, munidos do papelzinho, fomos para o ponto esperar o ônibus para irmos pra Pagoda Sule. No ponto, mostramos o papel para um moço e ele já apontou o ônibus que chegava. Entramos meio correndo, meio caindo. A sorte (se é que isso é sorte) foi que estava lotaaaado, sem qualquer espaço para cair. Não tinha espaço nem pra tirar foto… :/

Na ida, pegamos um micro-ônibus parecido com esse vermelho e branco da foto.
Os ônibus coletivos vão tão lotados, que os cobradores vão meio que pendurados na porta!

Pra nossa surpresa, o povo foi bem solícito conosco, tentando nos ajudar com relação ao local onde desceríamos e, assim que vagou um assento, todos, sem exceção, cederam o lugar pra eu sentar. O mesmo aconteceu com o Breno, mas só depois que eu já estava sentada.

A Pagoda era bem longe do hotel onde nos hospedamos e demorou uns 40 minutos para chegarmos. Enquanto isso, o ônibus andou mais rápido que qualquer outro meio de transporte e pegou dezenas de pessoas.

Chegamos ao nosso ponto de destino e o cobrador, também muito solícito, nos disse através de mímicas que era alí que desceríamos. Alguns poucos metros antes da Pagoda Sule.

Pagoda Sule. Construída há mais de 2000 anos, acredita-se que abriga um cabelo do Buda.
Pagoda Sule. Construída há mais de 2000 anos, acredita-se que abriga um cabelo do Buda.

Ao voltarmos pro hotel foi quase a mesma coisa. Mostramos o papelzinho pra um moço na rua, ele não falava praticamente coisa nenhuma de inglês, nos deu umas direções que não entendemos nada e, diante da nossa cara de “o que você tá falando?”, nos disse para o seguirmos. Prontamente, o seguimos até o ponto e ele conversou com o cobrador de um ônibus qualquer que nos disse (também por mímicas) para entrarmos.

Assim que entramos, o cobrador arrumou lugares pra eu e o Breno sentarmos. Com o ônibus já em movimento, mostramos o papelzinho pro cobrador e ele confirmou que iria para o nosso hotel. Ficamos aliviados.

Sentamos assim que entramos…
… pois, o ônibus, na volta, não estava tão lotado. Até deu pra tirar fotos! 😀

No final, com a ajuda do povo, foi muito mais fácil do que imaginávamos.

O engraçado é que os turistas quase não andam de ônibus, o que fez de nós o acontecimento do dia pra várias pessoas. Todo mundo olhou muito pra gente, comentou, cochichou. Porém, todos que tivemos contato, nos ajudaram bastante, sem pestanejar!

O legal de viajar com pouco dinheiro como a gente é que temos bastante necessidade oportunidades de nos interagirmos com a cultura e com o povo local, no dia a dia deles e, isso, dinheiro nenhum no mundo paga!

Assim, se for à Yangon e quiser adentrar no cotidiano do povo mianmarense, não deixe de pegar, pelo menos, um ônibus coletivo. A aventura vale a pena!


Nota: na época (junho de 2015),com 01 real, comprávamos 313 quiats.


Fotos: Arquivo pessoal.

Um comentário em “Andando de ônibus coletivo em Yangon, Mianmar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s